segunda-feira, julho 03, 2017

ALIEN: COVENANT

DE VOLTA AO BÁSICO

Ridley Scott, pelo jeito, não se abala com criticas negativas a respeito dos novos filmes envolvendo a saga Alien.
"Prometheus" não agradou muita gente e, mesmo assim, o cineasta veterano realizou essa continuação e já anunciou  o próximo filme que  esta a caminho.
Ele pode seguir adiante, um cineasta dono de diversos sucessos, uma carreira sólida, pode se dar o luxo de obter fracassos seguidos e continuar por cima.
E um desses trunfos de sua carreira  é justamente o "Alien- O Oitavo Passageiro", que marcou época, dono de cenas icônicas ( quem não conhece o clássico alienzinho saindo das estranhas de John Hurt? ), ambientação claustrofobica e aterrorizante de assistir.
Quando o trailer de "Covenant" foi divulgado, parecia que o terror de outrora estaria de volta 
Mas não é bem isso o que acontece.
"Covenant", realmente tem um clima que se assemelha com o Alien original, cenas de suspense muito bem construídas e aflitivas.
No entanto, há um quê de "Promethues" em sua trama, questões filosóficas que esfriam a história, cenas anticlimáticas que engessam o andamento dos acontecimentos.
Outro fator que atrapalha é a falta de um personagem como a de Ripley (Sigourney Weaver), a mocinha da história é tão apática e frágil que fica impossível acreditar em alguma valentia quando a coisa esquenta.
A história em si é bem genérica e tem sabor de comida requentada, mas isso não compromete o resultado num todo.
A tripulação de uma nave explora um planeta muito parecido com a Terra e lá desperta a fúria dos aliens.
Quem se destaca de verdade é Michael Fassbender, dessa vez em dose dupla, sendo que uma versão tem ares de vilania.
Fico bem interessante.
"Alien: Covenant" é, de fato, bem melhor que seu antecessor, mas quem esperava algo parecido ou até melhor que o filme de 79, ficou só na vontade.
NOTA___ 7,5



Compartilhar:

1 comentários:

Fernanda Andrade disse...

Eu concordo com você, esse filme é muito parecido com o Alien original. Pela mesma razão, parecia previsível para mim. Michael Green deve ter feito o mesmo que Blade Runner 2049, basta manter a essência do original. Na minha opinião, Blade Runner 2049 foi um dos melhores filmes ficção cientifica que foi lançado. O filme superou as minhas expectativas, o ritmo da historia nos captura a todo o momento. Adorei está história, por que além das cenas cheias de drama e efeitos especiais, realmente teve um roteiro decente, elemento que nem todos os filmes deste gênero tem.

Blogs Brasil

Postagens populares

Total de visualizações

Google+ Badge

Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Pesquisar este blog

Seguidores