quinta-feira, junho 02, 2016

HOLIDAYS

BOAS FESTAS

Eu adoro antologias e não é de hoje. Mas é necessário saber que há bons exemplos (Creepshow, é um dos clássicos que nunca perde seu charme) e há horríveis também.
"Holidays" não se enquadra nem lá e nem cá.
A grande maioria de seus contos são bem medianos pra ruins, se salvando um ou dois.
Mas vale a pena ao menos aguentar a parte chata pra desfrutar das boas?
Eu diria que sim.
Aqui todos os contos tem relação com algum feriado, algo muito comum nas produções de terror slashers no começo dos anos 80.
E então vamos a eles:
Feliz Dia dos Namorados -  É a manjada história da garota esquisita que nutre uma paixão platônica pelo professor. Não gostei, pois além de lembrar muito "Carrie", tudo termina de uma maneira abrupta, sem impacto ou melhores explicações.

Feliz Dia de São Patricio - Uma dos piores segmentos é esse. Não há um roteiro propriamente dito, mas pelo que entendi, tem relações com lendas irlandesas em relação a comemoração dessa data que aqui no Brasil, não existe e fica ainda mais sem sentido.
Feliz Páscoa - Aqui, a lenda do Coelhinho da Páscoa é mostrada de forma bem interessante... e bem assustadora. Uma garotinha acaba flagrando o Coelhinho em sua casa durante a madrugada e se arrependerá amargamente.
Feliz Dia das Mães - O pior dos piores sobre uma mulher que engravida todo vez que trepa. Ela acaba indo parar numa seita no meio do deserto e ... argh! 
Feliz Dia dos Pais - Finalmente o melhor conto e o que justifica alguém assistir essa antologia. Uma mulher recebe uma fita cassete de seu pai que julgava estar desaparecido há muito tempo e na gravação, ele indica aonde pode ser encontrado. Passado e presente se misturam, num ótimo artificio que induz o expectador a trabalhar a sua imaginação. O desfecho é daqueles de te deixar assombrado.

Feliz Dia das Bruxas - Eu não sei o por quê do Kevin Smith insistir que agora é diretor de filmes de terror. Nada funciona nessa histórinha pra boi dormir sobre duas garotas vingativas.
Feliz Natal - Também não tem graça alguma esse que utiliza o Natal como pano de fundo quando um cara tenta comprar um presente super disputado para a sua família.
Feliz Ano-Novo - Lorenza Izzo ( Canibais, Bata antes de Entrar) esta virando figura carimbada em produções de terror. Nesse ela vira a próxima vitima de um assassino no reveillon.

"Holidays", portanto, não chega a ser um programa tão ruim se você levar em consideração dois episódios (o da Páscoa e o sensacional do Dia dos Pais) e esquecer dois bem ruins (São Patricio e Dia das Mães), o que sobra dá pra suportar numa boa.
NOTA ____6,5
Compartilhar:

0 comentários:

Blogs Brasil

Postagens populares

Total de visualizações

Google+ Badge

Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Pesquisar este blog

Seguidores