quinta-feira, novembro 19, 2015

AMY

UMA BOA MENINA

Documentários sobre músicos sempre me cativam, e sobretudo, nesse ano de 2015 , consegui assistir um punhado de ótimo exemplares:
Mas, sendo um fã confesso, estava esperando ansiosamente sobre Amy Winehouse e quando soube que Asif Kapadia (do mesmo do espetacular "Senna") estava envolvido na direção, foi dois palitos para a expectativa subir até a estratosfera.
E sim, "Amy" tem o poder de imersão total ao relatar a trajetória da cantora e juntamente com uma ótima edição, esquecemos por vezes que estamos diante de um documentário que esta repleto de cenas íntimas filmadas pela própria Amy e seus amigos.
É fascinante a desconstrução da imagem mais famosa da cantora, raquítica e completamente drogada, para uma boa menina com problemas que apenas queria cantar.
Os perrengues em sua família, bulimia e drogas já estavam presente na vida de Amy Winehouse antes do estouro mundial, sua fragilidade diante de relacionamentos mal resolvidos curados por bebedeiras também.
Mas debaixo disso tudo havia alguém doce e muito espirituosa, alguém  apenas querendo ser amada, alguém muito parecido com qualquer um de nós.
Quando os holofotes finalmente a alcançaram, esses problemas se maximizaram, ainda mais quando seu antigo affair Blake Civil Fielder, volta na maior cara de pau para nitidamente embarcar no sucesso que agora Amy fazia.
Aliás, segundo insinua o documentário, Amy tinha despertado o súbito interesse em seu afastado pai, que com o  interesse maciço da mídia em sua filha, se aproveitava para aparecer.
Acompanhar lentamente a cantora antes e depois da "persona" que criou em "Back to Black" causa um impacto tremendo agora que nos sentimos muito mais próximos e por consequência cria um outro angulo de visão para sua autodestruição nos palcos.
A vontade que fica é de pegar a moça pelas mãos e levá-la não a uma reabilitação e sim para a nossa casa e lhe afastar de tudo do que a prejudicava.
"Amy" é um daqueles retratos trágicos que fica impossível ficar indiferente e dolorosamente sentimos a lacuna que ficou com o falecimento da cantora.
NOTA____ 10
Compartilhar:

0 comentários:

Blogs Brasil

Postagens populares

Total de visualizações

Google+ Badge

Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Pesquisar este blog

Seguidores