sexta-feira, outubro 02, 2015

DIVERTIDA MENTE

WHERE'S MY MIND?

Cativar adultos e crianças em uma animação não é pra qualquer um não. Poucos conseguem plenamente satisfazer os dois públicos, equilibrando numa boa história sem  ser infantilóide demais ( desagradando adultos)  ou complexo em demasia (criançada entediada).
"Divertida Mente" é um daqueles casos raríssimos no cinema em que esse feito é alcançado com louvor e digo mais, sua trama fascinante consegue ser ainda mais saboreada pelo público crescido devido suas nuances e analogias.
A idéia de personificar sentimentos dentro da cabeça de personagens é de algo que inevitavelmente causa indentificação imediata com qualquer um pois afinal a animação esta falando da gente.
E mesmo crianças que não vão sacar toda a psicologia por trás da história, não ficarão aborrecidas com a trama que é colorida, movimentada e pra lá de divertida.
Conhecemos a garota Riley e seus sentimentos em sua mente. 
Alegria é a que comanda os demais Nojinho, Raiva, Medo e Tristeza numa sala sob um painel controlando o estado de espírito de Riley desde o seu nascimento.
Quando a família da garota é obrigada a se mudar para São Francisco, ela sente se desconfortável com a fase de adaptação e justo quando Alegria e Tristeza 'saem' do comando, tudo se torna mais difícil pois os sentimentos restantes não sabem como comandar Riley.
Lendo rapidamente parece ser uma trama banal  mas assistindo "Divertida Mente" dá para perceber uma tonelada de analogias com a psiquê humana e tudo se torna ainda mais fascinante com a jornada de descobrimento e aprendizado dos sentimentos e por consequência da própria garota.
Tristeza que sempre fora deixada de lado e vista como algo negativo se torna algo fundamental e vital na mente de Riley, assim deixando espaço para o público pensar sobre si mesmo: "Será que não estou dando importância demais para um tipo de sentimento em minha mente?"
Essa e outras reflexões que "Divertida Mente" causa o torna único e imensamente saboroso de ser assistido, é quase impossível não fazer uma viagem para a nossa própria mente e tentar personificar nossos próprios sentimentos.
Além de que, no filme há diversos achados como as ilhas que representam a formação de cárater e personalidade de Riley, as memórias como bolas de boliche armazenadas num grande estoque, o amigo imaginário esquecido, a formação dos sonhos...
Sem esquecer de ser atraente para crianças, "Divertida Mente" é o ápice da Pixar\Disney de inteligência e diversão caminhando de mãos dadas.
NOTA___ 10
Compartilhar:

0 comentários:

Blogs Brasil

Postagens populares

Total de visualizações

Google+ Badge

Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Pesquisar este blog

Seguidores