domingo, março 09, 2014

O HOMEM URSO

NA NATUREZA SELVAGEM

Em 2003 um ambientalista foi encontrado morto devorado por um urso. O sujeito em questão era Timothy Treadwell, que na época ficou notório pelo seu convívio com os perigosos ursos pardos que viviam no Alasca.
Munido de câmeras, Treadwell filmava a aproximação  com os animais durante alguns anos, impressionantes cenas que fizeram dele uma celebridade. 
O grande cineasta Werner Herzog ( de "Fitzcarraldo" e tantos outros) enxergou no aparentemente desmiolado ambientalista algo além da figura que o próprio construiu e retrata a complexa personalidade de Treadwell, seu passado e razões de sua obsessão pelos ursos.
O interessante é que Herzog revela aos poucos fatos da história de Treadwell, ele foi um ator decepcionado com o rumo de sua carreira e entrou de cabeça nas drogas, e dá a entender que se não fosse essa sua paixão pela natureza dos ursos teria dado cabo a sua vida tão cedo.
Essa dupla representação que os animais acabaram significando (vida e morte) é que encanta durante o documentário.
Treadwell demonstrava uma total inaptidão para o convívio social e justamente  entre os ursos pardos ele parecia estar vivo de verdade, suas conversas com os animais fazia dele quase que como mais um urso no local, ou era isso que ele gostaria que parecesse. 
Essa linha entre a realidade e o que passava na cabeça de Treadwell acabou resultando numa tragédia.
Ele e sua namorada, Amie Huguenard, foram encontrados mortos depois do ataque de um urso que ironicamente era desconhecido pelo ambientalista. 
"O Homem Urso" é um ótimo estudo de um sujeito que fugindo dele mesmo acabou se encontrando entre os animais e Herzog vai fundo triplicando os questionamentos levantados pelo próprio ambientalista.
.NOTA 9,0
Compartilhar:

0 comentários:

Blogs Brasil

Postagens populares

Total de visualizações

Google+ Badge

Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Pesquisar este blog

Seguidores