sexta-feira, janeiro 10, 2014

MANÍACO

RETRATO DE UM ASSASSINO

Até pouco tempo atrás falei muito mal da refilmagem de "Carrie-A Estranha", e de que ilustrava bem o quanto um remake pode ser ruim e desnecessário.
Em "Maníaco" é justamente o contrário. Esta aí um bela revisão de um filme pouco conhecido dos anos 80 e que merecia um segundo olhar. 
Talvez o fato do diretor da produção original ( William Lusting) e o rei das refilmagens Alexander Aja ("Viagem Maldita", "Piranhas") estarem envolvidos na produção, deram o equilíbrio certo em manter caracteristicas do original com as necessárias atualizações. O resultado é perfeito!
Elijah Wood era o que mais temia, no sentido de que sua cara fofa de criança poderia atrapalhar na caracterização de um assassino temeroso. Mas  "Maníaco" quase que esconde o ator, pois  90% do filme é em primeira pessoa,  visualizamos a face de Elijah em espelhos e reflexos, e em breves momentos de piração do assassino e mesmo assim, o ator não decepciona.
Frank é um sujeito que vive nos fundos de sua loja de manequins, acompanhamos o desespero de sua vitimas, todas mulheres que acabam sendo escalpeladas.
Até conhecer Anna (Nora Arnezeder), uma fotografa que parece despertar algo mais humano em Frank.
Como disse antes, estar na pele do assassino quase todo o filme é perturbador e acompanhar pelos seus olhos, as abordagens de suas vitimas até o escapelamento é de dar um nó no estomago.
O diretor Franck Khalfoun não economiza no sangue e na violência, e mergulha fundo no desequilibrio do personagem.
"Maníaco" tem cenas fantasticas ( "a vingança" das vitimas é bem sacada) e mantem um pé lá nos anos 80 com seus takes e trilhas sonora. Um ótimo trabalho que merece ser conferido e recomendado.

NOTA: 8,5
Compartilhar:

0 comentários:

Blogs Brasil

Postagens populares

Total de visualizações

Google+ Badge

Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Pesquisar este blog

Seguidores