sexta-feira, março 22, 2013

ABC DA MORTE

SHORT CUTS
Eu espero que seja realmente uma tendência entre os filmes de terror essa história de fazer coletânias de pequenos contos assustadores. 
Lá nos anos 70 e 80 houve um enxurrada de produções similares, depois a moda  passou e praticamente não houve interesse do publico ou dos produtores nos anos seguintes.
Mas isso está mudando... porque se não estou equivocado, algumas produções nesse mesmo esquema fizeram algum barulho de uns anos pra cá. (V/H/S, Contos do Dia das Bruxas...)
Mas a cereja no topo do bolo é esse ousado e bizarro "ABC da Morte".
Olha que ideia genial: Juntar 26 diretores (uns consagrados outros novatos) e dar para cada um fazer um curta-metragem com o tema da primeira letra do alfabeto. 
Algund capítulos  são ruins e o que se destaca são as bizarrices, sangue e risos(!)
Leiam só a minha breve opinião de cada um:
A de Apocalipse- O primeiro capitulo é bem violento mas não dá muitas explicações ou respostas.
B de Bigfoot (Pé Grande)- Super divertido e me lembrou bastante algum causo relatado no saudoso "Creepshow".
C de Ciclo- A história lembra muito o "Crimes Temporais" de Nacho Vigalondo, diretor do primeiro curta.
D de Dogfight (Luta de Cães) - Sensacional, um dos pontos alto do filme. Camera-lenta utilizada de uma maneira incrível além do desfecho que te pega de surpresa. Ótimo!
E de Exterminar - Um homem convive com uma incomoda aranha. Achei razoável mas nada memorável.
F de Fart (Peido)- Garotas orientais lésbicas e muito peido? Sim... é tão bizarro, mas tão.. que tem sua graça.
G de Gravidade- Câmera utilizada em primeira pessoa. É intrigante mas não te marca o suficiente, mais pra frente há um bom exemplo de como utilizar essa técnica de maneira brilhante.
H de Hidro-életrica- Genial! Quase um cartoon live-action.
I de Ingrown (Encravado)- Uma garota narra seu assassinato. Chocante e muito bem filmado.
J de Jidei-geki- Mais um exemplar japonês surreal. Aqui há mistura de comédia com numa situação tensa.
K de Klutz (Desajeitado) - Hilária animação com uma mulher às voltas com seu.. cocô.
L de Libido- Tensão total na história de um homem obrigado a ejacular para sobreviver! 
M de Miscarriage (Aborto Espontâneo) - O nome já entrega o que esta por vir. Mas eu não gostei.
N de Núpcias - Outro capitulo oriental que mistura comédia e horror. É impossível não rir!
O de Orgasmo- Imagens lindas que não significam muita coisa.
P de Pressão- Dessa vez o tom surreal é afastado e a história é ambientada no mundo real do cotidiano de uma familia pobre.

Q de Quack - Metalinguagem sem graça e pior, nada assustadora.
R de Removido - O diretor de "A Serbian Film" não acerta nem aqui. Muito ruim.
S de Speed (Velocidade)- Gostei, pois me lembrou muito as produções de Tarantino e também do Robert Rodriguez sobre uma dupla de mulheres durona fugindo de um psicopata.
T de Toalete - Outra animação hilária dessa vez em stop-motion. Outro ponto alto do filme.
U de Unearthed (Desenterrado) - A volta da câmera subjetiva é de arrepiar. Gostei bastante.
V de Vagido (Recém-nascido)- A história é futurística e apesar do tempo curto o diretor conseguiu da nós na cabeça com o esperto roteiro.
Wde WTF?- Mais um exercício de metalinguagem terrível. Nem deveria estar aqui.
Y de Youngbuck (Valentão) - Mais parece um clip sobre a vingança de um garoto contra um velho pedófilo.
X de XXL - Uma garota obesa toma uma atitude drástica para dar um jeito no seu corpo. Dirigido por Xavier Gens o mesmo que fez "A Fronteira".
Z de  Zetsumetsu - Fechando com chave de ouro, mais um vindo do Japão com imagens pitorescas e inacreditáveis: japonesas nuas lutando com um pênis gigante... haha.

Enfim, com certeza não é para o gosto comum da plateia. Mas quem se arriscar vai dar boas gargalhadas e sentir um arrepio na espinha quase que ao mesmo tempo.
Compartilhar:

0 comentários:

Blogs Brasil

Postagens populares

Total de visualizações

Google+ Badge

Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Pesquisar este blog

Seguidores