domingo, setembro 23, 2012

DESAPARECIDOS

SEM RASTRO

Sim, É verdade!
Realmente existe um filme de terror nacional na linha de "A Bruxa de Blair".
A noticia ruim é que "Desaparecidos" é ruim pra diabo. Sem vergonha alguma de xerocar o filme citado acima, assim como outros exemplares.
Uma verdadeira vergonha alheia também para a gente que assisti pois reconhecemos de imediato as cenas tiradas desses filmes, o que mostra a incapacidade e a extrema preguiça do diretor David Schurman ( diretor do documentário de sua família "A Mundo em Duas Voltas), em produzir algo relativamente original.
A trama é batida que só, mostra um grupo de jovens que se preparam para um balada em Ilhabela. 
Os convidados usam pendurados no pescoço uma câmera em tempo integral, desculpa esfarrapada para captar as tais imagens perturbadoras.
O que acontece é que depois que  um dos rapazes desaparece na mata, o resto do grupo acaba enfrentando algo (monstro?, maníaco? ). Embreados na escuridão da floresta, e  na tentativa de reencontrá-lo eles acabam se perdendo.
Irritante é pouco pra definir "Desaparecidos".
Os personagens são tão chatos e burros que torcemos de verdade que eles desapareçam e rápido da nossa fuça.  David Schurman não deve conhecer a regra número um dos filmes de terror, que é fazer com que nos identificamos de alguma forma com alguém.
Aqui, além das constrangedoras imitações de "Blair" e "REC" (prestem atenção na cena final se não é igualzinha ao desfecho de "REC"), não torcermos para que ninguém sobreviva .
E sobra tédio.

Compartilhar:

0 comentários:

Blogs Brasil

Postagens populares

Total de visualizações

Google+ Badge

Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Pesquisar este blog

Seguidores