sexta-feira, agosto 05, 2011

SCOTT PILGRIM CONTRA O MUNDO

LIQUIDIFICADOR POP

Ainda bem que nem sempre quando um filme é um fracasso nas bilheterias é sinônimo de que a produção seja ruim. Um exemplo é o divertidíssimo “Scott Pilgrim” uma adaptação da série de quadrinhos de Bryan Lee OMalley já lançada no Brasil.

Com uma linguagem que remete muito aos animes, jogos de vídeo-game e seriados de outrora, “Scott Pilgrim” é um deslumbre para os olhos daqueles considerados geeks, nerds ou tem uma mínima sintonia com esse universo.

Scott (Michael Cera) é um rapaz de vinte e poucos anos que tem seu mundo virado de ponta cabeça quando conhece Ramona Flowers ( Mary Elizabeth Winsted).

Totalmente envolvido pela garota que muda de cor de cabelo a cada instante, ele não suspeita que existe uma liga maligna de ex-namorados(e uma ex -namorada também kkk) que terá que enfrentar para finalmente viver seu amor longe de confusões.
E estão aí as melhores cenas de luta que vão remeter a quem cresceu jogando Street Fighter, Mortal Kombat, Double Dragon e sobra até para Sonic e Super Mario.

O diretor Edgar Wright ( o mesmo de “Shaun dos Mortos” aquela sátira dos filmes de zumbis que não consegui gostar muito ) conseguiu dá uma ritmo perfeito no desenrolar da história, percebam o cuidado nos enquadramentos e cortes que lembra muito as cenas de batalha de animes e mangás. O melhor exemplo disso é quando vários personagens fazem cara de espanto, e ao mesmo tempo são mostradas seus rostos em close.
São quadros muito utilizados em mangas e animes e assistir isso num filme dá um brilho nos olhos diante da forma muito bem impregnada por Wright.
É hilária também a cena que lembra um daqueles clássicos seriados oitentistas onde se ouve risadas da platéia a cada piadinha esperta. Ou então o que dizer do desempenho de Brie Larson e sua banda The Clash at Demonhead cantando deliciosamente “Black Sheep” do Metric?

Diante de inúmeros atrativos, fico pensando com meus botões o porquê de séries tão ruins como “Crepúsculo” atrair tanta bilheteria e uma jóia rara como “Scott Pilgrim” ser injustamente ignorada nos cinemas mundo afora.

Mas não importa, “cult” de nascença. “Scott” merece o posto de uma das produções mais agradáveis já feitas e obviamente o DVD esta na minha estante de filmes preferidos.

É meu e ninguém tasca!!

Compartilhar:

0 comentários:

Blogs Brasil

Postagens populares

Total de visualizações

Google+ Badge

Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Pesquisar este blog

Seguidores