sexta-feira, março 18, 2011

A REDE SOCIAL

REDE DE INTRIGAS

Palmas para David Fincher, que conseguiu fazer um filme muito interessante com um protagonista tão desagradável e arrongante como é Mark Zuckerberg (Jesse Eisenberg de "Zumbilândia").
E palmas também para o tal roteirista Aaron Sorkin que injetou diálogos rápidos e inspirados durante toda a duração do filme.
Mas creio que "A Rede Social" pode não agradar a grande maioria, pois ter um protagonista pedante e verborragico com diálogos muitas vezes só entendido por quem é "nerd"  podem sim justificar a não aprovação de alguns.
Mas é justificável.
Meu gosto pelo filme oscilou muito enquanto assistia, havia vezes que me sentia perdido e ficava boiando durante determinadas cenas e outras ficava em estado de transe, por conta dos diálogos impecáveis e espertos.
Também não fui muito  com a cara de Zuckerberg , porém o filme também tenta retrata-lo sem julgamentos, como alguém que tem defeitos como qualquer um.
Destaque para a cena de abertura, num jogo de palavras onde Zuckerberg leva um super fora da sua namorada. Vingativo ele cria um site onde compara todas as garotas da faculdade que vira um sucesso instantaneo. Ele chama a atenção dos gemêos Cameron e Tyler, que revelam a ele a idéia de uma rede social.
Daí em diante, junto com Eduardo Severin (Andrew Garfield, o novo "Homem-Aranha") seu colega de quarto, desenvolvem o Facebook
Mas adiante, o que vemos é Zuckerberg enfrentando os tres citados acima num processo judicial.
Para David Fincher, o processo de criação do Facebook acabou não sendo o destaque e sim a curiosidade de alguem que quase não tem amigos culminar numa criação onde interliga milhões de pessoas ao redor do mundo.
Sua direção precisa acerta em todos os aspectos, deixando pra trás seu trabalho apático em "Zodíaco" e "O Curioso caso de Benjamin Button",  trilha sonora envolvente e  atuações sem grandes destaques mas que não comprometem o resultado no geral.
No Oscar ele foi agraciado pelo o que realmente há de melhor no filme. "Melhor Roteiro Adaptado", "Edição" e "Trilha Sonora" esquecendo apenas de finalmente o reconhecerem como um dos melhores trabalhos de Fincher na direção.

Compartilhar:

0 comentários:

Blogs Brasil

Postagens populares

Total de visualizações

Google+ Badge

Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Pesquisar este blog

Seguidores