sexta-feira, março 30, 2007

ABISMO DO MEDO




Seis amigas aventureiras decidem explorar uma caverna, um ano após uma delas sofrer um trágico acidente.
Ao chegarem no local, à principio tudo leva a crer que o passeio será tranqüilo.
No entanto, a tranqüilidade do lugar, repleto de passagens estreitas e abismos, é quebrada com o desmoronamento de uma rocha que impede a saída das moças para a superfície.
Dentro de uma lugar desconhecido e completamente claustrofóbico, o jeito é seguir em frente e tentar achar uma saída alternativa.
Enfrentando os perigos naturais que a caverna reserva, elas mal sabem que o verdadeiro empecilho será os habitantes famintos que à espreita só aguardam o momento certo para ataca-las.
Mais do que o terror provocado pelas criaturas, o inglês “Abismo do Medo” provoca medo mesmo com a escuridão total ao qual as personagens precisam conviver.
 A aflição de não ver o que está acontecendo, aonde está pisando e de onde vai surgir um ataque repentino de algum monstro causa uma sensação claustrofóbica quase que insuportável. Um medo tão primitivo e que quase foi esquecido nos filmes recentes de terror, aqui é usado com maestria e efeito mais do que desejável.
Há também outro ponto positivo, é a direção de Neil Marshall (do péssimo “Cães de Caça”) que nesse segundo filme impressiona com as tomadas de camera entre as fendas da caverna, sem contar o breu que somos obrigados a enfrentar junto com as garotas. A apreensão toda vem da forma como ele filmou “Abismo do Medo”, um pavor profundo do escuro.
O desfecho misterioso pode desagradar alguns mas nada que atrapalhe o meu veredicto final. 
Afinal, qual foi o último filme que te deu vontade de dormir com a luz acessa?

Compartilhar:

0 comentários:

Blogs Brasil

Postagens populares

Total de visualizações

Google+ Badge

Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Pesquisar este blog

Seguidores